Fome de madrugada

17/05/2009 blogdagravida
Tags: , ,

Fome na madrugada: eu não tinha isso antes de ficar grávida!

Fome na madrugada: eu não tinha isso antes de ficar grávida!

Cinco e meia da madrugada. Frio. Muuuito frio. De pijama, meias, enrolada embaixo de dois edredons. Sou acordada pelo súbito desejo de comer pão com manteiga e queijo na chapa. Uma caneca de leite quentinho surge também na minha imaginação faminta. Viro para o lado. Não quero sair daqui, está tão bom! A cozinha é gelada!!! Cinco e meia da madrugada, hoje é domingo, posso dormir até meio-dia, pra que acordar tão cedo???

Foco minha atenção no conforto da minha cama quentinha. Mas posso jurar que sinto cheirinho do pão na chapa. Abro os olhos rapidamente, presto atenção nos sons à minha volta. Aparentemente não tem ninguém na cozinha, tudo está quieto. Será que meu marido não teve uma transmissão de pensamento, acordou, levantou, preparou meu sonhado pãozinho com leite e vai aparecer ali na porta com tudo numa bandeja?  Assim vou saciar meu desejo sem sair debaixo do edredon. Será? Olho para o outro lado, ele dorme profundamente. E se eu ajudasse nessa “transmissão de pensamento”? Afinal, é madrugada, está frio, o sistema paranormal do casal deve estar meio congelado. Uma cutucada acidental pode acelerar o processo. Daí ele faz o papel de marido prestativo da grávida “fresca”, pergunta se estou bem e eu digo: “Ah, não estou, não consigo dormir de tanta fome. Se eu pudesse comer um pãozinho com leite agora…”

Ergo o braço, aponto pro meio das costas…Não, não  posso fazer isso. Viro para o outro lado, tento dormir de novo. Imagino a cozinha gelada, o chão frio. Não é justo que eu levante pra resolver isso. Afinal, quando o bebê nascer, ele vai ter de acordar de madrugada pra me ajudar, é bom ir acostumando, não é? Viro de novo e ouço a respiração despreocupada do meu marido. Aiiii, não tenho coragem. Que tipo de grávida auto-suficiente sou eu que não pode aproveitar da situação nem um pouquinho? Grrrr…

Afasto o edredon lentamente e sinto as ondas de frio que vem da porta do quarto, semi fechada. Me enrolo no roupão quentinho, calço as pantufas e me arrasto até a cozinha. Enquanto o fogo esquenta a chapa e o micro-ondas aquece a caneca de leite, corto o pão no meio e concluo: Vai ver tudo isso é parte do treinamento da gravidez, para a mãe já ir acostumando a ser acordada pela fome de madrugada. É, só que daqui a alguns meses, a fome que vai me acordar não será minha. Bom, pensando bem, esta fome de agora já não é minha. Oh, Deus, meu bebê já está no controle, não é mesmo?

Anúncios

Entry Filed under: Histórias de grávida,Sintomas da gravidez

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to comments via RSS Feed

Páginas

Categorias

Agenda

maio 2009
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Most Recent Posts

 
%d blogueiros gostam disto: