Linda estrada sem fim

14/08/2009 blogdagravida
Tags: , , , , , ,

estradasemfimQuase nunca chego ao fim. É difícil terminar o que comecei. Foi assim com o curso de inglês e o scrapbook sobre a família. Perdi as contas de quantas vezes dei início à cruzada da Carteira Nacional de Habilitação: foi uma novela até finalmente chegar ao final do processo e conseguir meu direito de fazer barbeiragens dirigir. Aprender a costurar, Alemão, a ler mão, computação, artesanato,  piano, violão: habilidades que nunca desenvolvi completamente, abandonadas no altar. A Pós-Graduação também ficou pela metade.

E a organização das zilhares de fotos e vídeos armazenados no computador está nos planos há sete anos. A arrumação do closet que eu comecei há dois meses foi interrompida horas depois do início, quando encontrei uma caixinha cheia de bilhetinhos da época em que namorava meu marido. Passei horas lendo e me divertindo com aquelas bobagens românticas e quando vi já era noite. Deixei pra continuar a faxina no dia seguinte, mas nunca mais encontrei tempo e agora já está tudo bagunçado de novo.

Avalio o passado e constato que nunca completei um álbum de figurinhas.

Poucas coisas até hoje me proporcionaram o prazer de saber o que é chegar ao final do caminho: me formar em uma boa universidade foi uma delas. Comecei e terminei o curso de Graduação sem nunca ter pensado em abandoná-lo. (Bom..talvez uma vez ou duas, mas universidade pública enfrenta muitas greves e eu tinha só 17 anos!)  O meu trabalho também tem esse raro poder de me conduzir até o final. Quando estou envolvida com um projeto profissional,  tenho entusiasmo do começo ao fim, mesmo que o trabalho exija minha dedicação durante anos. (Pensando bem..já abandonei chefes saudosos ao encontrar um desafio maior à minha frente).

Nunca me senti presa a nada.

Meu casamento também tem sido um projeto a longo prazo, ao contrário dos namoros relâmpagos que tive antes. Mas confesso que no começo, ao me deparar com as meias jogadas pela sala e a sogra sentada no sofá dando palpites, pensei encerrar o compromisso antes do prazo (o prazo vocês sabem, está decretado no contrato, naquela cláusula do “até que a morte os separe”), mas o amor imenso que sinto (e o preço que os cartórios cobram pra consumar o divórcio) me fez voltar atrás.

Ser mãe é o primeiro projeto fora do âmbito profissional que vou levar até o final. E esse final é: nunca! Me dei conta disso ontem, durante o banho, quando olhei para a barriga (a minha, claro!)  e senti um princípio de pânico e, em seguida, uma imensa gratidão,  ao perceber que desta vez não dá para desistir no meio do caminho. Não tem volta, não tem fim. Filho é para sempre. Aliás, é para além de sempre. Eterno é pouco. Infinito é ínfimo. Filho é muito mais e nem inventaram ainda uma unidade de medida adequada para mensurar essa relação.

Mães e pais iludidos sobre seus sentimentos acabam descobrindo tarde demais que é impossível interromper esse projeto. Abortar, abandonar o bebê em algum lugar, entregá-lo para adoção, rejeitá-lo, tratá-lo mal, expulsar o filho adolescente de casa, fingir que ele não existe, nada disso vai eliminar da vida de uma pessoa o fato de que ela é mãe ou pai. É um vínculo mais forte que o aço, mais resistente que a morte. Não há distância que possa destrui-lo, não há palavra que consiga sufocá-lo. Ainda que os filhos partam, mesmo que os anos passem. Até quando o amor parece ter desaparecido ou nunca existido. A experiência de ser pai e mãe permanece, seja na memória ou no coração.

Saí do banho renovada e murmurei agradecida para a minha barriga: Obrigada, meu filho, por mudar esse hábito que eu não gostava em mim, por me ensinar a ir até o final, a não desistir. Por fazer de mim uma pessoa melhor, de quem eu gosto muito mais agora. Por me fazer tão feliz e por ser eternamente parte de mim.

Anúncios

Entry Filed under: Aproveite a gravidez,Filhos,Gestação,Histórias de grávida

30 Comments Add your own

  • 1. Amanda  |  14/08/2009 às 11:02

    Chorei… Me sinto assim, outro dia cheguei a mesma conclusão. Esta é a única encruzilhada na vida a qual não há volta, todas as outras, casar, fazer faculdade, etc, a gente consegue desfazer e mudar, mas esta é para sempre. Seu texto é lindo e me emocionei.

  • 2. Dri Viaro  |  14/08/2009 às 11:24

    Pois é amiga, temmuita coisa que tb nao levei até o final, e muita coisa que queria ter começado e não comecei até hj. Mas é assim mesmo, e qdo seu bebe chegar vc vai ver que vai ser tudo pra ele, e tudo por, pq o amor é tão mas tão insubstituivel que vc vai ver.
    bjsss otimo fds pra vcs

    O que aconteceu com nós hj estamos meio gueis??kkkk

  • 3. Alethéa  |  14/08/2009 às 12:09

    Me emocionei com seu texto… abraço.

  • 4. Kellen  |  14/08/2009 às 13:17

    Lindo post!
    É isso aí. Este pinpolho veio mudar a mamãe!!!! rsrsrs
    Bjs, Linda

  • 5. Helga  |  14/08/2009 às 14:11

    Ah que linda…pura verdade..tbm sinto isso..um amor sem fim…para todo e eterno SEMPRE…Qdo seu bbzinho chegar vc vai perceber que é muito mais do que vc poderia imaginar..se vc se sente assim agora..prepara teu coração para emoções maiores ainda…e graças a Deus…muito melhores tbm..

    Bj amiga..bom final de semana

  • 6. marcia milena  |  14/08/2009 às 14:46

    não tem como conter as lágrimas lendo seu texto.
    Voce com certeza, descreveu a mim e a muitas outras pessoas.
    Me identifiquei muito com tudo o que li. E quando seu filhote chegar, voce vai ver que todo amor do mundo é pouco, é um amor sem medidas, sem palavras, não há absolutamente nada que voce diga que vai chegar perto do tamanho do amor que voce vai sentir…..e é uma coisa maravilhosa viu….cada dia que passa amo loucamente meu filho, olho para cada detalhe do corpo, do rosto e fico muito emocionada só de pensar que eu fui capaz de gerar um ser tão maravilhoso….
    um beijão para voce e para sua linda barriguinha.

  • 7. Ivana  |  14/08/2009 às 15:28

    Senti o mesmo que você em um determinado momento da minha gravidez. Como vc tb senti um pouco de pânico, mas passou logo. É uma missão muito bonita essa de ser mâe e por isso a gente se sente tão agradecida ao destino, a Deus, ao superor, ao divino,seja lá qual for sua crença, or esse oportunidade que temos de fazer alguma coisa que realmente valha a pena, e passa a dar um novo sentido pra nossa vida.

    Meu filho acabou de completar 1 ano, e não dá pra descrever em palavras o amor que sinto por ele, a felicidade que tenho de vê-lo com saúde, cheio de enrgia, dando suas primeiras caminhadas. E nada é mais gratificante do que o abraço espontâneo que ele me dá quando chego em casa depois do trabalho.

    bjs

    Ivana

  • 8. Ritinha  |  14/08/2009 às 15:46

    Que lindoo, fiquei emocionada e tens razão em cada linha. Filho é eterno e não há nada que mude isso! Parabéns por tanto amor!
    Beijo!

  • 9. Flavia  |  14/08/2009 às 18:02

    Lindo, Lindo, Lindo e lindo!
    Amei!
    obrigada pelo selinho, já repassei lá no blog. (um pouco assim do meu jeito, mas tá valendo, né?)

    beijos

  • 10. Débora  |  14/08/2009 às 18:20

    Olá…achei seu blog por acaso há + ou – 1 semana, e tenho acompanhando e AMADO!!Vc escreve muito bem, e principalemnte, coisas muito reais e corriqueiras na vida de uma grávida. Estou de 4 meses e meio…e tenho lido tudo o que posso a respeito de gravidez, filhos, etc….
    Parabéns pelo blog e pelo lindo texto….tá excelente!!
    Bjos!!

  • 11. Jéssica  |  14/08/2009 às 22:38

    Que lindo, flor!
    Senti uma energia tão boa lendo seu post.
    Claro, né?! Tudo que é feito com o coração é maravilhoso!

    BeijoOs, amada!
    Lindo fim de semana e fiquem com Deus!

  • 12. Maura  |  14/08/2009 às 23:24

    Que lindo! Fiquei emocionada!
    Passei pra te desejar um ótimo final de semana!

  • 13.  |  15/08/2009 às 17:09

    Oláá, o teu blog está muito giro!
    Criei recentemente um blog sobre MODA, BELEZA e CONSELHOS AMOROSOS! Nós mortais adolescentes necessitamos sempre destas pequenas ajudas 😀
    Passa por lá e faz o pedido dos teus looks e pergunta.me todas as tuas duvidas! Divulga o blog, pff.
    Contactos –
    http://omundodasadolescentes.blogs.sapo.pt/
    omundodasadolescentes@gmail.com
    Beijinho *

  • 14. @luboury  |  15/08/2009 às 19:11

    é verdade, eu tbm não terminei a maioria das coisas que comecei e continuo não terminando. rs mas a barriga tá aí e é só o comecinho de uma tragetória sem fim mas que tô muito empolgada e disposta a começar junto do Gab que tbm nao esta isento. vamos la, ser papais e mamães..que emoção! lindo texto. beijao

  • 15. Juliana  |  16/08/2009 às 21:49

    é verdade… e depois do parto esse sentimento só aumenta… cada conquista dele, cada novidade que acontece, cada descoberta .. você vai ter certeza que essa missão que temos agora não tem final! e ´para sempre!! esse fim de semana o Lucas engatinhou!! é uma coisa tão boba, mas conto para todos com tanto orgulho que é como se ele tivesse passado no vestibular rsrsrs

  • 16. Suelem  |  17/08/2009 às 8:42

    Lindo post!!! Ne emocionei!!!

  • 17. Dri Viaro  |  17/08/2009 às 10:20

    bom dia
    bjss

  • 18. Leticia Volponi  |  17/08/2009 às 11:38

    Lindo post. E se vc acha que este é um novo projeto. Na verdade, são vários pequenos que trazem uma satisfação imensa a cada conclusão.
    Aproveite e preapare-se para um mundo cheio de alegrias.

  • 19. Liza  |  17/08/2009 às 12:42

    realmente eh uma estrada sem volta, mas posso garantir que nao ha outro caminho pelo qual vc vai desejar caminhar. nada nos faz mais feliz do que o sorriso e o carinho tao verdadeiro e puro de um filho. prepare o seu coracao para a melhor época da sua vida.
    beijos

  • 20. rozinha  |  17/08/2009 às 15:25

    lindo e emocionante. Ser mãe é uma aventura e tanto!

  • 21. Patrícia  |  17/08/2009 às 16:44

    Olá, muito lindo seu blob, te achei pelo twitter e já estou te seguindo =)
    Olha ser mãe é difícil, mas é totalmente gratificante, vc vai tirar de letra.
    Tenho uma filha q está com 4 meses. Qualquer dúvida q vc tiver pode perguntar pra mim, terei o prazer de ajudar… sei muito bem como é essa fase, criamos muitas espectativas e ficamos muito ansiosas.

    Beijos e parabéns =****

  • 22. Chris  |  17/08/2009 às 21:28

    Que lindo, muito muito lindo!
    Mas olha, isso é apenas um começinho… depois que você segura o seu filho no colo pela primeira vez, amamenta pela primeira vez, olha bem dentro daqueles olhinhos, você passa a entender que nenhuma emoção, experiência, se compara a de ser mãe…
    Beijos

  • 23. naninha  |  17/08/2009 às 23:59

    Gravidinha…

    é…

    filho é o melhor professor q a vida nos dá…

    e o mais incrivel é que eles nos ensinam sobre tudo, mas o que mais eles nos ensinam é sobre nos mesmas… eles nos esfregam na cara limites secretos ou nao que tinhamos antes de conhece-los e desafiam-nos a rompe-los… nascemos sempre mais belas e mais fortes, mais sabias e felizes… cada liçao tem seu caminho… alguns doces que nos desmontam… outros duros e rispidos que nos machucam e nos amedrontam… mas nos olhinhos deles encontramos coragm, amor e luz para enfrentarmos os desafios que eles nos propoem…

    Acho q ter filho é a jornada mais intensa que podemos percorrer em direçao a nos mesmas…
    Acho q comentei sobre isso num post com titulo “filhos” em meu blog, nao sei se vc ja o leu…

    Amiga… querida… quanto mais a barriga cresce mais tudo aumenta… amor.. extase… medos…confianças.. e eu vou te amando cada vez mais…

    rsrsrrs

    bjao,

    naninha

  • 24. Catharina  |  18/08/2009 às 15:27

    Lindo, lindo, lindo!!!
    E você vai ver que esse amor aumenta ainda mais quando olhamos a carinha dele pela primeira vez. E também dá vontade de abandonar tudo só para ficar olhando para ele!!!
    Ah! Obrigada pelo recado carinhoso!
    Beijos Cath e Matheus

  • 25. Helena Argolo  |  18/08/2009 às 19:13

    Nossa, que lindo. Senti esse pânico também dia desses… Não tem jeito, nã dá pra errar, não dá pra desfazer e fazer de outro jeito… Não é como relacionamento, que a gente termina e parte pra outro.
    Que lindo que você pensa assim…! Quem dera metade dos pais, em tantos divórcios, guardas e alimentos que já vi no trabalho enxergassem esse vínculo como você enxerga… Você, seu marido, são seres unidos para sempre nesse ser novo. São as figuras arquetípicas nele, e o jeito como se tratam, se olham, definirá quem ele vai ser no mundo. Filho deve nos ensinar, antes de tudo, uma coisa chamada TOLERÂNCIA: com ele, com o outro, com quem nos cerca e o cerca, com o mundo…
    Faça mesmo desse bebê um grande ser humano. Nós vamos lembrar, quando esbarrarmos com algum FDP escroto do gênero “merece morrer” pela vida, que pelo menos compensamos, colocando mais um ser “do bem” no mundo!!
    Bjão e boa sorte sempre!

    • 26. blogdagravida  |  18/08/2009 às 19:18

      Puxa…Helena…que lindo..é bem assim que eu me sinto… Quando fiquei grávida ouvi de uma pessoa muito querida que não tem filhos: “não tenho coragem de colocar uma criança neste mundo tão podre”. Daí eu pensei isso mesmo: “pois eu vou colocar um ser de BEM neste mundo pra tornar este mundo melhor..menos podre”. Obrigada pelas palavras.. Beijo!!

  • 27. thais rosa  |  20/08/2009 às 8:23

    lindo!!! me identifiquei muito, principalmente a parte do álbum de figurinhas e do casamento… rá!
    incrível como um serzinho tem o poder de nos transformar antes mesmo de nascer!
    beijo

  • 28. asccosta  |  20/08/2009 às 16:44

    Lindo texto! Emocionante.
    Eu às vezes tb pensava: ” Caramba, daqui a pouco o Mateus estará aqui e vai ser para todavida. ” Mas posso te garantir que é bom demais e que a gente se apaixona por eles mais e mais a cada dia. Bjs, Andrea

  • 29. Vera Lucia  |  21/08/2009 às 12:44

    Realmente, Amiga!!

    Uma estrada sem Fim, as vezes com pedras, barreiras e buracos…, mas tbm com muitas flores e arco íris. Afinal tem ex-marido, ex-sogra(aff), mas, ex-filho Não Existeee!!!

    Beijos!

  • 30. Silvana  |  23/04/2011 às 23:26

    Muito lindo mesmo! Espero que vc seja muito feliz com o seu bebê. Eu tbm tive uma vida difícil, fui mãe de uma menina aos 17 e aos 21 fui mãe de um menino…Espero que todo o meu esforço para educá-los um dia, seja reconhecido. Fui abandonada tbm, quando estava grávida ainda, mas hj sou outra mulher: Forte, determinada e decidida. Felicidades pra vc!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to comments via RSS Feed

Páginas

Categorias

Agenda

agosto 2009
S T Q Q S S D
« jul   set »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Most Recent Posts

 
%d blogueiros gostam disto: