O dia em que a grávida travou

19/10/2009 blogdagravida
Tags: , , ,

Fui sair do carro e não consegui. Travei. Não conseguia ir pra frente, nem pra trás.  Tentei colocar uma perna para fora, mas uma dor aguda irradiou do rego em direção à coxa esquerda. Minha reação imediata foi recolher a perna. Doeu mais ainda. Então fiquei assim, sozinha, sentada no banco do carro, olhando para a parede da garagem, com uma perna para fora, à espera de um pouco de coragem para enfrentar a dor e levantar. Afinal, não poderia passar o resto do dia ali, naquela posição. Ou poderia? Olhei para os lados e vi a garrafa d´água que sempre carrego comigo, um pacote de biscoitos que havia comprado no caminho, um livro… Bom, talvez não fosse má ideia ficar ali imóvel durante algumas horas, até meu marido chegar e me tirar dali. Claro que cogitei isso por apenas alguns segundos. Era incômodo demais e, para piorar, eu estava com vontade de fazer xixi (como sempre).

Ok, colega, no três. E um…e dois…e dois e meio…e…

Quem depila a própria perna, virilha, buço.. ou o saco e as costas, no caso dos meninos, sabe o que eu senti. Foi igual ao momento em que a gente passa a cera, coloca o papelzinho (ou plástico) sobre a pele, segura a pontinha e precisa respirar fundo antes de puxar… Às vezes falta coragem. Se outra pessoa puxasse seria tão melhor.

Como numa depilação mal acabada fiquei ali cogitando: vou ou não vou?

Tentei sair devagar, mas a dor era muito forte e eu não conseguia vencer a barreira que ela criava. Acabava voltando para a posição anterior. Então levantei de uma vez só e dei um grito. Caminhei no melhor estilo Concurda de Notre Dame até o banheiro e fiz xixi praticamente em pé (na medida do possível), pois tinha medo de sentar e ficar travada lá na privada.

Sempre com dor, andando devagar e mancando, segui para a minha cama e lá fiquei até meu marido chegar. Só conseguia deitar de lado e não podia me mexer muito. Adormeci. Acordei uma hora depois com vontade de fazer xixi. Esqueci da coluna (bexiga de grávida sempre tem prioridade) e levantei de uma só vez. Gritei de dor. O ritual durou dois dias: deitada o tempo todo, com pausas apenas para ir ao banheiro e dificuldade imensa para sentar e comer alguma coisa.

No início da semana consegui uma consulta de emergência no ortopedista conhecido do meu irmão. Me apalpou, fez mil perguntas.

– É o cóccix. Provavelmente está trincado ou inflamado. Você levou algum tombo?

Não recentemente, pois fiquei muito cuidadosa na gravidez. Mas ao longo da minha trajetória foram vários: lavando banheiro, descendo escada, correndo em dia de chuva. Sou praticamente campeã da modalidade e a favorita do esporte nas Olimpíadas de 2016.

Seria preciso um raio-x pra confirmar. E remédios para amenizar a dor.

Não, de jeito nenhum, não pode remédio, não pode exame.

Então conviva com isso. Bolsa de água quente na região dolorida, um pouco de massagem podem aliviar (vai, marido, trabalha!) e fisioterapia. Receitou também uma cinta ortopédica específica para grávidas, que serve para aliviar a coluna (minha mãe apelidou de “barrigueira de égua”).

No dia seguinte decidi procurar uma segunda opinião. Apalpou, fez mil perguntas.

– É lombalgia. É comum na gravidez.

Deve ser uma lombalgia no cóccix trincado. E se eu procurasse uma terceira opinião acabaria diagnosticada com uma lombalgia ciática no cóccix trincado da quinta vértebra. Melhor parar de entrar em carro e sair de carro para ir ao médico e ficar quieta em casa.

Pelo menos em uma coisa os dois médicos concordaram: engordei demais e o sobrepeso pode ter desencadeado o problema ou simplesmente revelado um problema que já existia, mas eu não tinha me dado conta ainda. Diagnóstico: a gula da grávida estava pesando no lombo velho de guerra.

Agora ainda sinto um pouco de dor se fico tempo demais sentada ou em pé. Mas voltei a caminhar normalmente sem mancar. A boa notícia é que finalmente, agora na 31.a semana de gestação, consegui a desculpa perfeita para não fazer sexo e contratar uma faxineira. Não necessariamente nessa ordem. Arranjar uma faxineira é sempre mais importante que qualquer coisa.

Anúncios

Entry Filed under: Gestação,Histórias de grávida

16 Comments Add your own

  • 1. Carol  |  19/10/2009 às 0:47

    ai meu deus, que cooooisa! Tava preocupada com o teu sumiço!

    bom, pelo menos vc sabe o que é e sabe como dar uma amenizada, né?

    força aí e melhoras, viu?

    beijão!

  • 2. Pri  |  19/10/2009 às 7:33

    Menina do céu, que coisa horrível. Eu tava suuper preocupada com você. Você vai fazer alguma coisa a respeito do sobre peso? Se vc quiser posso escanear a dieta que a minha nutricionista passou e mandar por email pra vc, em uma semana eu já vi resultados (to me sentindo meio menor rsrs) quem sabe ajuda um pouco né? Se vc quiser me manda email e eu providencio pra vc.
    De resto, se cuida pq ainda falta um tempinho até a “bagagem” extra sair né!!!

    beijinho

    Pri

  • 3. Fabiana  |  19/10/2009 às 8:03

    Nossa, que aflição.
    Eu daqui fiquei agoniada com tanta dor. Espero que melhores de verdade.
    Bjão.

  • 4. carmo  |  19/10/2009 às 8:24

    lol
    eu só queria sexo qundo estava gravida! agora nem velo!

    parabens pelas 31 semaninhas!
    jitos

  • 5. Luciana  |  19/10/2009 às 8:35

    Flor,

    fiquei aqui rindo sozinha com seu relato.

    Mas sei exatamente o que você está passando. Quebrei o coccix há uns 6 anos atrás. Ele quebrou em forma de y deitado, ou seja, virou 3! Na época, ganhei uma licensa de 15 dias e retorno ao médico, e não fiz nenhum dos dois. Era estagiária em uma grande multinacional montadora de carros no Estado e minha chefe ia sair de licensa maternidade. Eu ficaria no lugar dela e provavelmente seria contratada, mas para isso… bom, pra isso, teria que abrir mão da licensa. Lógico que abri, né!
    Resultado: hoje,6 anos depois, muitas vezes me encontro sem condições de levantar da cama, travada em uma só posição, com fome, sede e tudo mais que se possa imaginar. E não! Não fui contratada!
    E limpo a casa sozinha! Sofrido!!! Rsrs.

    Beijos.

  • 6. Dê Freitas  |  19/10/2009 às 10:17

    Nossa menina…seria cômico se não fosse trágico. Eu comecei desde cedo sentindo uma dorzinha na lombar e que meu médico diz ser normal, por conta do alargamento da bacia. Comecei então a fazer pilates pra gestante. Foi a minha salvação. Talvez fosse bom você procurar algo alternativo para ir acompanhando.
    bjs e melhoras

  • 7. Ritinha  |  19/10/2009 às 12:19

    Já está melhor?
    Travar deve ser f*da! Manhosa como sou, passaria vários e vários dias deitada… hahahha…
    Se cuida, dona Grávida q daqui a pouco o baby tá por aqui.
    Beijos.

  • 8. Suelem  |  19/10/2009 às 12:22

    Melhoras pra vc!!! Fico feliz em ter noticias, embora não sejam as melhores…

    Bjão
    fik com Deus

  • 9. leticia Volponi  |  19/10/2009 às 22:23

    Menina, melhora pra vc! Tive dores muito mais suaves, como aquela da depilação feita por outra pessoa e já era muuuuito incômodo.

    bjo

  • 10. MARCIA MILENA  |  20/10/2009 às 10:52

    menina do Céu…quanto tempo não dava um pulinho aqui.Ocupada com muitas e muitas coisinhas….mas olha….que delícia em ler seu blog viu…(tá…eu sei que a maioria das coisas não é para rir é para chorar pq tb ja passei por tudo isso…rsrsr) mas é hilário ler seus post’s….estava sériamente pensando em procurar um psquiatra para mim…mas depois de me atualizar, decidi….esta contratada…é só eu passar por aqui e pronto meu dia fica ótimo….obrigada viu, por me permitir fazer parte da sua vida e me fazer feliz…um beijão para vc e para essa barriguinha linda.

  • 11. Tathy  |  20/10/2009 às 19:17

    Ai imagino a sua dor. Eu tive uma dor insuportável que não me deixava caminhar direito. Deveria ser alguma coisa no ciático. Ficava dias entrevada com dor nas costas e perna, mas não parava quieta tmb. Dirigi até o último dia…fiz cada coisa..aiaiaiaiai. Mlehoras no lombo e adorei a barrigueira de égua kkkkkkkkkk.

  • 12. rozinha  |  21/10/2009 às 13:18

    Oi, sumida, melhoras para vc. Guenta firme que está chegando a reta final…

  • 13. Luisa  |  21/10/2009 às 13:33

    Ei!
    Olha, vc pode não acreditar, mas eu estava super preocupada com vc. Sempre vinha olhar seu blog e… nada de vc aparecer.
    Que bom que agora está tudo bem.
    Ah! Lógico que dei gargalhadas aqui com a desculpa pro sexo. Eu preciso de algo assim também! hahahahaha… realmente faxineira a gente consegue contratar!!! hahaha
    Abraços!!!

  • 14. Laudiane  |  22/10/2009 às 12:00

    Caraca me sentí no seu lugar e senti dores horríveis,.,,,,kkkk
    Ao menos sei o que é barrigueira de égua….
    Bjusssssssssssssssssssss

  • 15. lilian  |  27/10/2009 às 18:46

    rsrsrsrsr eu sei bem o que ta sentindo pq tb naum aguento de dor nas costa …e o pior é os medicos so deixam tomar paracetamol e se naum melhorar(o que sempre acontece)vc pode tomar uma dipirona(que tb naum rsolve nada)!!!kkkkkkkkk
    olha colega naum aguento mais naum vejo a hora de tudo isso acabar!!
    afffffff

    mais no final vai valer a pena os nossos esforços.a hora em veremos nosso bebe pela primeira vez.

    adorei o seu blog vc escreve de um jeito muito descontraido dou muitas risadas..

    melhoras para vc

    ate mais

  • 16. Aline  |  12/10/2011 às 23:46

    Nossa.

    Muito bom! Estou de repouso na gravidez e não há nada melhor do que ler experiências pra ficar mais calma… ou não né?! Rs…

    Beijo e fiquem com Deus.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to comments via RSS Feed

Páginas

Categorias

Agenda

outubro 2009
S T Q Q S S D
« set   nov »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Most Recent Posts

 
%d blogueiros gostam disto: