Posts filed under: ‘Diversão‘




E a gordura era gravidez

GordaOuGravidaUma jovem de 18 anos passou a gravidez inteira tentando emagrecer. Apelou para os vigilantes do peso e fez um monte de exercícios. Ela jura que não sabia que estava grávida, achava que o excesso de peso era problema de saúde. A bizarrice virou destaque na imprensa britânica e a colega de barriga Tatiana  reproduziu no seu blog, Esperando Alice,  uma das reportagens sobre a grávida sem-noção. É ler para crer (tem até foto).

7 comentários 10/09/2009

Formulário de autorização para namorar minha filha

babybeijoQuem está grávida (ou “grávido”) de uma menina, certamente já ouviu piadinhas do tipo “vai passar de consumidor a fornecedor”, “meu filho vai pegar a sua filha”, etc. Para esses pais eu sugiro que façam uma cópia do formulário que está no blog de um pai de primeira viagem que cansou das piadinhas infames dos amigos.  Ainda não sei se estou esperando menino ou menina. Se for menina, vou adotar o formulário com os pretendentes. Se for menino, vou garantir que ele não chegue nem perto da filhinha do Daniel (o tal pai, do tal blog, que publicou o tal formulário).  Para ver o formulário, clique aqui.

7 comentários 30/06/2009

Menino, menina…ou cachorrinho?

Qual o sexo do bebê?

Depende da posição…

cachorrinho

9 comentários 28/06/2009

Mamãe Sexy

Não julgue um livro pela capa

Não julgue um livro pela capa

A máxima “Não compre um livro pela capa” ganhou novo significado para mim na terceira semana de gravidez. Se fosse pela capa e pelo nome, eu jamais teria lido “Mamãe Sexy – um guia para sobreviver à maternidade mantendo-se mulher” (Betty Londergan, Editora Gente). Só dei uma olhada por sugestão da atendente da livraria. “Mamãe Sexy” estava no topo da pilha que a atendente trouxe, depois que pedi para ver livros sobre gravidez.

Top colado ao corpo,  barrigão de fora, mini saia e  salto alto (agulha, ainda por cima) definitivamente não compõem o figurino que imagino para uma gestante. Por isso o desenho da capa serviu como repelente para mim. Mas havia uma outra cliente grávida ao meu lado e ela comentou: “Eu já li esse aí, é ótimo! Você está grávida?” Fiz que sim com a cabeça (havia descoberto fazia três dias e ainda estava me acostumando com a idéia, por isso não consegui usar palavras, deixei apenas o pescoço jogar a cabeça pra frente e pra trás, lentamente, num estranho gesto positivo). Mas a outra grávida nem pareceu perceber minha indecisão e sugeriu: “Dá uma folheadinha, o texto é divertido”.

Folheei, gostei, comprei. Estou pensando em colocar uma capa nele, daquelas de plástico, igual fazia no colégio quando era criança (faz teeeeeeempo). Por dentro o livro vale a pena. A autora, Betty Londergan, foi mãe solteira, aos 37 anos. Ela havia passado por tratamento de infertilidade durante três anos, havia recebido um diagnóstico ruim e não esperava conseguir ficar grávida. Mas aconteceu e ela teve uma menina. De forma divertida e honesta, ela dá conselhos sobre como nós, gestantes, devemos enfrentar a gravidez, os palpiteiros à nossa volta, as mudanças de humor, o aumento de peso, o parto e tudo o que vem em seguida (educar uma criança, até pelo menos ela completar 20 anos!).

Quer folhear um pouquinho o livro? Aí estão alguns trechos:

“Parabéns, você está grávida! Você não só terá uma aparência medonha nos próximos nove meses, como também poderá dizer adeus à vida como a conhece, pois ela nunca mais será a mesma. A boa notícia é que você também irá se apaixonar perdidamente por seu Pacotinho Precioso, mas, sejamos honestas, sua vida e seu corpo são um preço bem alto a pagar por esse privilégio. Entretanto, você fez sua cama e agora deve dormir nela. (É claro, se você dormisse um pouco mais e namorasse um pouco menos, não estaria nesse estado interessante.)”

“Por que as mulheres cuja gestação traz à tona a luxúria interior sempre querem compartilhar esses instintos com aquelas que só querem dormir durante os nove meses e ser deixadas em paz? (…)Apóio totalmente o direito que uma mulher tem de preferir ler a bula de uma pomada para hemorróidas a uma transa em qualquer dia da semana.”

“Do sétimo ao nono mês – o trecho final. Não vamos dourar a pílula. Essa é a parte patética da gravidez. Você fica imensa. Anda bamboleando. Suas emoções parecem uma montanha-russa. Você é um trêmulo poço de carência. É assim mesmo que deve ser. Desse modo, na hora de o bebê nascer, você não vai se importar por passar pelas indescritíveis agonias do trabalho de parto, ficar acordada com um bebê insone durante 48 horas consecutivas, nem se o leite que sai de seus seios manchar aquela sua linda blusa. Que alívio! Pelo menos você não está mais grávida!”

“A cesariana até que não foi tão ruim. Mesmo. Toma-se muita anestesia – a tal ponto que você não sente nada por baixo do lençol que colocam em seu peito, para impedir que você desmaie ao ver o que estão fazendo lá embaixo. Muitas pessoas ficam à sua volta fazendo o que parece ser a troca de um pneu do seu abdome. E depois, surpreendente, maravilhosa e repentinamente, tiram um bebê lindo, perfeito e adorável de dentro de sua barriga. Depois de todo aquele tempo eu ainda não acreditava que havia um bebê ali. Como foi que ela ficou tão rosada e brilhante naquela escuridão?”

“Mais cedo ou mais tarde, vão deixar que você saia do hospital com seu bebê. Essa é uma experiência inacreditável. Nesse lugar há centenas de pessoas importantes com diplomas médicos e muito tempo de experiência profissional e vão deixar que você saia com um bebê que conheceu há poucos dias. Em uma sequência surrealista de eventos, a expulsam de seu quarto confortável, pegam seu dinheiro, mandam-na embora e a deixam na calçada, com um bebê nos braços. “

No final do livro há ainda um capítulo especialmente dedicado às mães solteiras, com 15 regras para o que a autora chama de “voo solo”.

2 comentários 18/06/2009

Quem ri seus males espanta

Não tem mau humor que resista a esse vídeo.  Aumente o som, por que rir é um bom remédio, mas ouvir essas gargalhadas é o melhor medicamento! O mais divertido está no final, vale a pena esperar para ver os quadrigêmeos!

1 comentário 17/05/2009

Páginas

Categorias

Links

Meta

Agenda

fevereiro 2017
S T Q Q S S D
« fev    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728  

Posts by Month

Posts by Category